Engrenagens e Correntes

A engrenagem é o elemento composto de roda dentada que se liga a um eixo rotativo, ao qual imprime movimento. As engrenagens operam aos pares, os dentes de uma encaixado aos dentes da outra.

As superfícies de contato da engrenagem devem ser cuidadosamente moldadas de acordo com um perfil especifico, por exemplo, se a roda menor do par estiver no eixo do motor, ela atua com uma velocidade menor porem com grande força, se a roda maior estiver no eixo do motor ela dará uma velocidade maior com uma força menor. Existem alguns tipos de engrenagens sendo algumas delas

Engrenagem Cônica

Engrenagem Cônica

O ângulo de interseção das engrenagens cônicas é geralmente 90°, podendo ser menor ou maior. Os dentes das rodas cônicas têm um formato também cônico, o que dificulta a sua fabricação, diminui a precisão e requer uma montagem precisa para o funcionamento adequado. A engrenagem cônica e usada para mudar a rotação e a direção da força, em baixas velocidades.

Engrenagem Reta

Engrenagem Reta

As engrenagens retas são as mais comuns e a de menor custo, os dentes são dispostos paralelamente entre si em relação ao eixo. É mais usando em transmissões onde requer mudança de posição das engrenagens em serviço, por ser a mais fácil para engatar. É mais usada em baixa rotação, pois em alta produz muito barulho.

Engrenagem Helicoidal

Engrenagem Helicoidal

Os dentes das engrenagem helicoidal são dispostos transversalmente em forma de hélice em relação ao eixo. É usada em transmissão fixa de rotações elevadas por ser silenciosa devido a seus dentes estarem em componente axial de força que deve ser compensada por mancal ou rolamento. Serve para transmissão de eixos paralelos entre si e também para eixos que formam um ângulo qualquer entre si. (normalmente 60 ou 90°).

Engrenagem Cremalheira

Engrenagem Cremalheira

A engrenagem cremalheira é uma barra de dentes destinada a engrenagens em que uma roda é deitada. Assim pode se transformar um movimento de rotação retilínea ou vice-versa.

Engrenagem de Parafuso sem Fim

Engrenagem de Parafuso sem Fim

As engrenagens de parafuso sem fim são usadas quando grandes reduções de transmissão são necessárias. Esse tipo de engrenagem costuma ter reduções de 20:1, chegando até a números maiores do que 300:1. Muitas engrenagens sem-fim têm uma propriedade interessante que nenhuma outra engrenagem tem: o eixo gira a engrenagem facilmente, mas a engrenagem não consegue girar o eixo. Isso se deve ao fato de que o ângulo do eixo é tão pequeno que quando a engrenagem tenta girá-lo, o atrito entre a engrenagem e o eixo não deixa que ele saia do lugar. Essa característica é útil para máquinas como transportadores, nos quais a função de travamento pode agir como um freio para a esteira quando o motor não estiver funcionando.

Correntes

Correntes

A transmissão por corrente é um meio eficiente de ganhar potencia mecânica em equipamentos industriais. Sempre que há necessidade de transmitir força em lugares de difícil acesso, de grandes distancia e de condições ruins a correntes sempre apresentará resultado extremamente satisfatório. Produzidas em vários modelos citaremos alguns abaixo, Corrente de Rolo: é a mais utilizado no mundo, obtendo uma maior resistência a fadiga, assim, proporcionando uma maior durabilidade as transmissões. Ela pode ser fabricadas de uma até catorze carreira. Correntes para escavadeiras: própria para maquinário pesado ela é bastante usada em moinhos, escavadeiras, betoneiras, etc. Utilizadas em lugares onde existe baixa velocidade, vibrações, trancos e que exija muita força e cargas elevadas. Corrente passo longo: são as corrente de passo duplo de custo mais econômico utilizadas em transmissões de carga e velocidade mais baixa, recomendada para rotação entre 200 a 500 rpm. Ou para transportes leves. Também são vendidos algumas partes das corrente onde com essas partes se faz manutenção ou para simplesmente aumentar o tamanho como segue alguns tipo abaixo, Elo: disponível para todos os tipos de correntes; serve para aumentar o comprimento de uma corrente, ou como elemento de reparo. Emenda: disponível para correntes com passo a partir de 3/4; é utilizada como elemento de fechamento de corrente, ou como elemento de reparo. Também disponível para correntes com passo até 1”. Redução: disponível para todos os tipos de correntes; é utilizada quando se deseja reduzir o comprimento da corrente em apenas um passo, ou quando se deseja uma corrente com um número ímpar de elos.